Compartilhe:

Paraty/RJ: História e natureza em um só lugar

Por Clara Azeredo 

Que cidadezinha mais fofa e fotogênica! Paraty consegue reunir em um só lugar uma rica história, praias lindíssimas, cachoeiras deliciosas e uma gastronomia de primeira.

Para quem conhece pouco da cidade, Paraty foi fundada em 1667 e teve grande importância econômica por conta dos mais de 250 engenhos de cana-de-açúcar. No século XVIII, também teve grande destaque econômico devido ao porto da cidade, de onde ouro e pedras preciosas eram embarcadas para Portugal.

A construção da Estrada Real, porém, acabou levando a cidade a um grande isolamento econômico, e após isso Paraty só veio a ser “descoberta” novamente na década de 1970, depois que a Rodovia Rio–Santos foi construída, o que ajudou a cidade a se tornar um polo de turismo nacional e internacional graças ao bom estado de conservação e às belezas naturais.

“O ponto forte da culinária da cidade é a mistura da cultura caiçara junto da cozinha portuguesa e ainda de várias outras partes do mundo.”

Hoje considerada Patrimônio Histórico Nacional e Patrimônio Mundial da UNESCO, Paraty encanta a todos com suas ruas pés de moleque, seus casarões superpreservados e sua natureza exuberante.

Chegando em Paraty, a primeira coisa que você vai querer fazer é conhecer seu Centrinho Histórico.

Caminhar por aquelas ruas, cercadas de fora a fora por portas e janelas coloridas, é a grande atração do passeio. É impossível não se apaixonar e não querer parar a cada cinco minutos pra tirar muitas fotos.

Cada portinha e janelinha do Centro Histórico na verdade abriga uma loja, um ateliê, um barzinho, um restaurante e até mesmo hotéis e pousadas. Andar sem rumo por aquelas ruelas faz a gente voltar no tempo e se imaginar muitos anos atrás. É realmente uma verdadeira viagem no tempo.

Como no Centro Histórico não é permitido rodar carros, o passeio é bem seguro. Perigoso mesmo é o risco de tropeçar a cada dois passos naquele calçamento irregular. Aliás, dica para as meninas: nada de salto, pelo amor de Deus!

“Além das belíssimas praias, Paraty conta também com várias cachoeiras, sendo as mais famosas a cachoeira do Tobogã, a cachoeira da Pedra Branca e o Poço do Tarzan.”

Outra coisa que não pode faltar na sua visita a Paraty é o passeio de escuna. Ele é simplesmente imperdível, pois na cidade mesmo não há praias tão bonitas, sendo necessário ir de barco para ter acesso às lindas praias da Costa Verde. Você pode fechar um tour com alguma agência da cidade ou contratar um barquinho ou lancha privativo. Fique tranquila que as opções são inúmeras.

Agora difícil mesmo é decidir quais praias e ilhas conhecer nesse passeio, já que Paraty possui em média 65 ilhas e mais de 300 praias. As agências de turismo da cidade normalmente já possuem itinerários pré-estabelecidos, então é bom pesquisar antes quais dessas praias e ilhas você deseja conhecer e buscar um tour que te leve até elas.

Já os barcos e lanchas que você contrata diretamente no cais são mais flexíveis, porém, quanto mais distante as praias e ilhas escolhidas, mais você paga pelo passeio.

Entre as praias/ilhas mais famosas e recomendadas de Paraty, o destaque vai para a praia da Lula, praia Vermelha, praia do Sono, ilha dos Cocos, ilha da Pescaria, ilha Comprida e o famoso Saco do Mamanguá — um braço de mar que adentra o continente por 8 quilômetros, com 2 quilômetros de largura, conhecido como o único fiorde tropical do mundo.

Além das belíssimas praias, Paraty conta também com várias cachoeiras, sendo as mais famosas a cachoeira do Tobogã, a cachoeira da Pedra Branca e o Poço do Tarzan.

“Paraty consegue reunir em um só lugar uma rica história, praias lindíssimas, cachoeiras deliciosas e uma gastronomia de primeira.”

E fora os atrativos de natureza, Paraty também é muitíssimo bem servida de ótimos restaurantes, o que a faz ter um cenário gastronômico único. O ponto forte da culinária da cidade é a mistura da cultura caiçara junto da cozinha portuguesa e ainda de várias outras partes do mundo. O preço pra se comer bem na cidade pode ser um pouco elevado, mas garanto que vale a pena a experiência, viu?

Ah, e você sabia que Paraty é uma das principais regiões produtoras de cachaça do Brasil? No momento, infelizmente, já não se encontram mais tantos alambiques pela cidade, mas em outros tempos Paraty já teve mais de 100 alambiques. A cachaça mais famosa por lá é a Cachaça Gabriela, com seu sabor adocicado de cravo e canela, criada como uma homenagem ao filme Gabriela, cravo e canela, gravado em Paraty em 1988.

Conseguiram ter uma noção do quanto Paraty é fascinante? É com certeza um dos lugares mais charmosos e interessantes — em termos de cultura histórica e contato com a natureza — do estado do Rio de Janeiro. Se você ainda não conhece, já pode colocar na lista para conhecer o quanto antes, garanto que não vai se arrepender.

Matéria de Clara Azeredo  para a coluna Bolsa de Viagem

Encontre-a no Instagram @claraazeredo

Deixe um comentário